Was passiert mit meinen alten Klamotten? [O que acontece com minhas roupas velhas?]

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Assista a este documentário com legendas em alemão! As legendas alemãs não são geradas automaticamente! Trata-se de legenda em alemão verdadeira! Assistir a documentários alemães ‘e a melhor maneira para melhorar seu Hörverstehen!

Documentário alemão com legenda

Conteúdo em alemão

Eine Bluse für 20 Euro, eine um 70% reduzierte Hose, beim Stadtbummel mal eben schnell mitgenommen. Fast Fashion verführt eben – das kennt wohl beinahe jeder.
Was jedoch kaum jemand weiß: Jede Menge Kleidungsstücke werden jedes Jahr zwar produziert, schaffen es aber gar nicht erst in unsere Kleiderschränke – weil der Sommer vielleicht zu kühl war oder die Trendfarbe des Sommers gewechselt hat. Corona hat dieses Problem noch verschlimmert – die Firmen sind auf ihren Kleidungsstücken sitzengeblieben, sogenannte “Überhänge” oder “Restanten”.
Manche Experten schätzen, es sind jedes Jahr mehrere Hundert Millionen. Die Modefirmen reden nicht so gerne darüber. “Das ist eines der am besten gehüteten Geheimnisse der Branche”, so Stefan Grimm, Leiter einer Online-Handelsplattform für Restposten. “Überhänge sind für die Firmen nicht gerade sexy.”
Und nicht nur das: Sie sind sogar ungeheuer lästig. Die Firmen wollen diese Ladenhüter einfach nur schnell und vor allem diskret loswerden – denn Einlagern lohnt oft nicht, und offensiv verramschen wollen die Firmen ihre Kleidung auch nicht – zu groß die Gefahr, dass sie damit ihre eigene Marke kaputt machen. Was passiert also damit? Unsere Reporterin Rebecca Kirkland macht sich auf die Spur dieser Kleidung, die keiner will.
Und es gibt noch eine Kehrseite von Fast Fashion: Unsere Kleiderschränke platzen aus allen Nähten. Über eine Million Tonnen Kleidung landet jedes Jahr in Deutschland in den Altkleider-Containern. Diese Kleiderberge werden in riesigen Anlagen sortiert und ebenfalls in alle Welt verschifft – allerdings ist die Qualität mittlerweile so schlecht, dass sie oft noch nicht mal mehr zur Produktion von Putzlappen taugen. Das Altkleidersystem, so wie wir es kennen, steht kurz vor dem Kollaps, schätzen Insider.

Conteúdo em português

Uma blusa por 20 euros, um par de calças reduzido em 70%, rapidamente apanhada num passeio pela cidade. A moda rápida seduz – quase toda a gente sabe disso.
Mas o que quase ninguém sabe é que se produz muita roupa todos os anos, mas nem sequer a transformam nos nossos roupeiros – porque o Verão foi talvez demasiado fresco ou porque a cor da moda do Verão mudou. A Corona agravou este problema – empresas foram deixadas sentadas nas suas peças de vestuário, as chamadas “overhangs” ou “restos”.
Alguns peritos estimam que são centenas de milhões todos os anos. As empresas de moda não gostam muito de falar sobre isso. “É um dos segredos mais bem guardados da indústria”, disse Stefan Grimm, chefe de uma plataforma de comércio em linha para restos. “Os overhangs não são sensuais para as empresas”.
E não apenas isso: são até tremendamente irritantes. As empresas querem simplesmente ver-se livres destes artigos de movimento lento de forma rápida e discreta – porque muitas vezes o armazenamento não vale a pena, e as empresas também não querem vender as suas roupas ofensivamente – o risco de destruir a sua própria marca é demasiado grande. Então, o que acontece com ele? A nossa repórter Rebecca Kirkland parte para o rasto destas roupas que ninguém quer.
E há outro lado negativo da moda rápida: os nossos roupeiros estão a rebentar pelas costuras. Mais de um milhão de toneladas de roupa acabam todos os anos em contentores de roupa velha na Alemanha. Estas montanhas de roupa são classificadas em enormes plantas e também enviadas para todo o mundo – mas a qualidade é agora tão má que muitas vezes já nem sequer são boas para produzir panos de limpeza. O velho sistema de vestuário, tal como o conhecemos, está à beira do colapso, estimam os internos.

Tradução automática do resumo feita por www.deepl.com! Se você encontrar um erro, escreva um comentário ou envie-me uma mensagem por WhatsApp ou um e-mail!

Johannes

Johannes

Escreva um comentário

Sumário

Cadastre-se no Newsletter

* obrigatório

Quando você estiver inscrito no Newsletter, você não vai perder nenhuma novidade!

Start a Conversation

Hi! Click one of our member below to chat on Whatsapp

Suporte técnico

Suporte técnico

Suporte técnico - mande uma mensagem!

online

Tempo limitado!

Todos os cursos com 25% de desconto!