Warum saufen wir so gerne? [Por que é que gostamos tanto de beber?]

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Assista a este documentário com legendas em alemão! As legendas alemãs não são geradas automaticamente! Trata-se de legenda em alemão verdadeira! Assistir a documentários alemães ‘e a melhor maneira para melhorar seu Hörverstehen!

Documentário alemão com legenda

Conteúdo em alemão

Der Alkoholkonsum in Deutschland ist gefährlich hoch. Obwohl Trinkende in der Regel wissen, dass Alkohol ein Nervengift ist, das Körper und Geist schädigt, sind Wein, Bier und Schnaps feste Bestandteile unseres (Wochenend-)Alltags. In NRW gelten 18,4 Prozent der Männer und 12,8 Prozent der Frauen sogar als Risiko-Konsumenten. Warum ist das so? Was bedeutet der Rausch für uns als Gesellschaft? Und nach welchen Regeln trinken Alkoholliebhaber und -liebhaberinnen, um nicht in die oft schambehaftete Abhängigkeit zu geraten?

Johanna Maria Knothe ist Unterwegs im Westen, um in persönlichen Begegnungen etwas über unsere Trinkkultur und ihre Geschichte zu erfahren. An Kneipenabenden und Trinkliedernachmittagen, zu Besuch auf dem Weingut aber auch in einer Suchtklinik kommt diese Reportage unserem oft erstaunlich sensiblen Verhältnis zum Thema Alkohol auf die Schliche. Tradition, Rausch und gemeinschaftliche Verharmlosung – eine Reportage über unseren alltäglichen Umgang mit Alkohol.

Conteúdo em português

O consumo de álcool na Alemanha é perigosamente elevado. Embora os bebedores saibam normalmente que o álcool é uma neurotoxina que danifica o corpo e a mente, o vinho, a cerveja e o schnapps são componentes fixos da nossa vida quotidiana (fim-de-semana). Na Renânia do Norte-Vestefália, 18,4% dos homens e 12,8% das mulheres são mesmo considerados consumidores de risco. Porque é que isto acontece? O que significa para nós, enquanto sociedade, a intoxicação? E que regras seguem os amantes do álcool para evitar cair na dependência frequentemente vergonhosa?Johanna Maria Knothe está na estrada no Ocidente para aprender algo sobre a nossa cultura da bebida e a sua história em encontros pessoais. Nas noites de pub e nas tardes de canções, numa visita a uma vinha mas também numa clínica de dependência, esta reportagem chega ao fundo da nossa relação muitas vezes surpreendentemente sensível com o tema do álcool. Tradição, intoxicação e trivialização comunitária – uma reportagem sobre as nossas relações quotidianas com o álcool.

Tradução automática do resumo feita por www.deepl.com! Se você encontrar um erro, escreva um comentário ou envie-me uma mensagem por WhatsApp ou um e-mail!

Johannes

Johannes

Escreva um comentário

Sumário

Cadastre-se no Newsletter

* obrigatório

Quando você estiver inscrito no Newsletter, você não vai perder nenhuma novidade!

Start a Conversation

Hi! Click one of our member below to chat on Whatsapp

Suporte técnico

Suporte técnico

Suporte técnico - mande uma mensagem!

online

Tempo limitado!

Todos os cursos com 25% de desconto!