Klimastreik – Panikmache oder Weckruf? [Greve climática – alarmismo ou chamada de despertar?]

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Assista a este documentário com legendas em alemão! As legendas alemãs não são geradas automaticamente! Trata-se de legenda em alemão verdadeira! Assistir a documentários alemães ‘e a melhor maneira para melhorar seu Hörverstehen!

Documentário alemão com legenda

Conteúdo em alemão

„Es ist Zeit, zu rebellieren, um die Zukunft zu retten”, sagt Fridays for Future-Gründerin Greta Thunberg. Seit Monaten demonstriert FFF.
Der internationale Klimastreik ab dem 20.9. ist vorläufiger Höhepunkt einer Protestbewegung, wie sie die Welt und auch Deutschland lange nicht erlebt hat. Und die Fridays gehen längst nicht mehr nur für ein besseres Klima auf die Straße, sondern auch für einen grundlegenden Wechsel im Wirtschaftssystem und ein anderes Zusammenleben.
Unsere Doku will zeigen: Welche Vorstellungen stecken hinter den Parolen von Fridays for Future und welche Widersprüche zeigen sich? Wie soll aus Protest Politik werden? Wie aus Wut Veränderung? Und wo bleibt die Toleranz auch andere Sichtweisen gelten zu lassen?
Für manche riecht es nach Umbruch. Forderungen nach einem Ende des Wachstums, nach einer Verzichtsgesellschaft, nach Verboten stehen im Raum. Können wir noch guten Gewissens in den Urlaub fliegen? Oder Fleisch essen? Gehören SUVs verboten? Und wenn ja – wer trägt das alles mit? Kann eine Bewegung wie Fridays for Future auch Jugendliche und Erwachsene mitreißen, die im Alltag ganz andere Sorgen oder einfach keine Lust auf Verzicht haben?

Conteúdo em português

“É tempo de se rebelar para salvar o futuro”, diz Greta Thunberg, fundadora do Futuro. A FFF tem vindo a demonstrar há meses. A greve climática internacional que começa em 20,9 é o clímax temporário de um movimento de protesto a que o mundo e a Alemanha não assistiam há muito tempo. E as sextas-feiras já não se limitam a ir para as ruas para um melhor clima, mas também para uma mudança fundamental no sistema económico e uma forma diferente de viver em conjunto. O nosso documentário quer mostrar: Que ideias estão por detrás dos slogans das sextas-feiras para o futuro e que contradições são reveladas? Como pode o protesto tornar-se política? Como pode a raiva transformar-se em mudança? E onde está a tolerância para aceitar outros pontos de vista? Para alguns cheira a transtorno. Exigências para o fim do crescimento, para uma sociedade de renúncia, pois as proibições estão no ar. Ainda podemos voar nas férias com a consciência tranquila? Ou comer carne? Os SUV devem ser proibidos? E se sim – quem está a apoiar tudo isto? Pode um movimento como o das sextas-feiras para o futuro também inspirar jovens e adultos que têm preocupações completamente diferentes na vida quotidiana ou que simplesmente não têm vontade de passar sem elas?

Tradução automática do resumo feita por www.deepl.com! Se você encontrar um erro, escreva um comentário ou envie-me uma mensagem por WhatsApp ou um e-mail!

Johannes

Johannes

Escreva um comentário

Sumário

Cadastre-se no Newsletter

* obrigatório

Quando você estiver inscrito no Newsletter, você não vai perder nenhuma novidade!

Start a Conversation

Hi! Click one of our member below to chat on Whatsapp

Suporte técnico

Suporte técnico

Suporte técnico - mande uma mensagem!

online

Tempo limitado!

Todos os cursos com 25% de desconto!