Aufstieg und Fall des HSV Handball [Ascensão e queda do Andebol HSV]

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
https://www.youtube.com/watch?v=0IfU6Mp9KpQ
Assista a este documentário com legendas em alemão! As legendas alemãs não são geradas automaticamente! Trata-se de legenda em alemão verdadeira! Assistir a documentários alemães ‘e a melhor maneira para melhorar seu Hörverstehen!

Documentário alemão com legenda

Conteúdo em alemão

Von der Champions League in die 4. Liga und zurück: Das steht für die bewegte und bewegende Geschichte eines Sportvereins, der zwischen 2006 und 2016 national und international alles gewonnen und nach der Insolvenz alles verloren hat.

Erstmals seit dem Crash 2016 gibt der frühere Mäzen und Multimillionär Andreas Rudolph, der geschätzte 50 Millionen Euro in den HSV Handball investiert hat, wieder ein TV-Interview. Er spricht darin über die “geilsten zehn Jahre seines Lebens”, von denen er keine Sekunde missen möchte, aber auch über die schweren Momente wie den Krebstod von Nationalspieler Oleg Velyky, “der mir auf dem heimischen Sofa offenbarte, dass er seinen Vertrag nicht erfüllen könne, weil er jetzt zum Sterben nach Hause fliegen müsse”.

Für emotionale Momente in Freud und Leid steht auch das Trio mit dem heutigen Trainer Torsten Jansen, Nationaltorhüter Johannes Bitter, der im Sommer zum HSV zurückkehren wird, und dem zukünftigen Präsidenten und langjährigen Trainer Martin Schwalb. Alle drei haben sich in der Hamburger Arena, Stätte der früheren großen Handball-Happenings, getroffen, um dort noch einmal die größten und traurigsten Momente des HSV Handballs auf der großen Kinoleinwand zu verfolgen.

Conteúdo em português

Desde a Liga dos Campeões até à 4ª Liga e vice-versa: isto representa a história emocionante e comovente de um clube desportivo que ganhou tudo a nível nacional e internacional entre 2006 e 2016 e perdeu tudo após a insolvência. Pela primeira vez desde o acidente de 2016, o antigo patrono e multimilionário Andreas Rudolph, que investiu cerca de 50 milhões de euros no Andebol HSV, dá novamente uma entrevista televisiva. Nele, fala dos “mais fantásticos dez anos da sua vida”, não um segundo dos quais gostaria de perder, mas também dos momentos difíceis como a morte por cancro do jogador nacional Oleg Velyky, “que me revelou no sofá em casa que não podia cumprir o seu contrato porque agora tinha de voar para casa para morrer”. Momentos emocionais de alegria e tristeza são também representados pelo trio do actual treinador Torsten Jansen, o guarda-redes nacional Johannes Bitter, que regressará ao HSV no Verão, e pelo futuro presidente e treinador de longa data Martin Schwalb. Os três reuniram-se na Hamburger Arena, local dos acontecimentos do antigo grande handebol, para assistir mais uma vez aos maiores e mais tristes momentos do handebol HSV no grande ecrã.

Tradução automática do resumo feita por www.deepl.com! Se você encontrar um erro, escreva um comentário ou envie-me uma mensagem por WhatsApp ou um e-mail!

Johannes

Johannes

Escreva um comentário

Sumário

Cadastre-se no Newsletter

* obrigatório

Quando você estiver inscrito no Newsletter, você não vai perder nenhuma novidade!

Start a Conversation

Hi! Click one of our member below to chat on Whatsapp

Suporte técnico

Suporte técnico

Suporte técnico - mande uma mensagem!

online

Tempo limitado!

Todos os cursos com 25% de desconto!